Tag: publicidade e marketing digital

Cinco motivos pra ter um site

Superhero Business Woman using digital tablet pc computer with white wall background, great for your design or text, asian

 

 

 

 

Muita gente se pergunta se, com tanta comunicação digital rolando nas redes sociais, seria realmente necessário ter um site. Acreditamos que é possível começar um negócio utilizando apenas as mídias sociais, mas, na medida em que sua empresa crescer, ter um bom site trará vantagens incríveis pro seu negócio. Listamos abaixo as cinco principais:

1 – VISIBILIDADE 

“Se existe, está no Google”, é uma frase que se repete cada vez mais e que mostra a importância de que empresas de qualquer tamanho tenham um site na Internet  para que sejam encontradas pelo seu público.

2 – ATENDIMENTO 24 HORAS EM QUALQUER LUGAR

Ter um bom site na Internet é uma forma de atender seus clientes de qualquer lugar do mundo, em qualquer horário do dia ou da noite, no momento exato da demanda.

3 – CREDIBILIDADE

Houve um tempo em que o status de uma instituição era estimado apenas pelo tamanho das suas sedes físicas, pelo número de funcionários, ou pelo volume de faturamento. Atualmente, é o site é um dos principais elementos de construção da imagem da empresa.

4 – FORÇA DE VENDAS

Antes dos sites, cabia à equipe de vendas explicar pessoalmente as características da empresa e dos seus produtos ou serviços antes de fechar cada venda. Agora consumidores e clientes podem chegar à equipe de vendas já cientes das informações necessárias, economizando etapas do processo, agilizando e incrementando as vendas.

5 – RELACIONAMENTO

Um site pode permitir que os usuários tenham acesso a conteúdos do seu interesse, façam perguntas, reclamações e elogios, fornecendo um feedback valioso sobre a qualidade do atendimento, dos produtos e dos serviços.

 

Quer saber mais sobre sites?  Baixe nosso e-book gratuito:

http://conteudo.casaldesignlovers.com.br/dicaswebsite

 

Confira agora alguns sites bacanas que desenvolvemos recentemente aqui na Casal Design Lovers:

http://www.plussante.com.br/

http://cantuempreendimentos.com.br/

http://bigbrain.education/

Economia Criativa, um conceito novo para um mundo novo

economia_criativa_casalNunca se viu na história do ser humano a Terra girar com tamanha velocidade. O ritmo desse admirável mundo novo cria conceitos para atender às necessidades, há um reposicionamento do papel da cultura na estratégia socioeconômica e mesmo à revisão da estrutura econômica, incluindo novos modelos de negócios. Leia mais

Uma estratégia construída em parceria

um relação duradoura entre cliente e agência

A história da Casal Design Lovers é principalmente uma história de parceria com os clientes. Cada parceria é única, mas o primeiro a apostar em uma ideia original e apaixonada como a nossa tem um valor ainda mais especial. Como a que aconteceu com o Colégio Medianeira. Com quase 60 anos de história, a instituição foi o primeiro cliente oficial da agência. Leia mais

A beleza está nos olhos de quem vê (e no design de quem faz)

olho design

Pense bem e responda: como você faz suas escolhas? Há uma série de produtos e marcas que fazem parte de você, desde a escova de dente com cerdas macias e pontas arredondadas selecionada – criteriosamente ou não – na gôndola do supermercado, aos sapatos e roupas que você vai vestir para começar mais um dia, além do que escolhe consumir de informação na prateleira da vida. Tudo isso tem um formato que ajuda a determinar quem você é. Duvida? Leia mais

R.I.P Propaganda

rip_propaganda_Casal

“Aqui jaz a melhor maneira de divulgar um produto”. Será que é essa a frase perfeita para escrever numa suposta lápide para a propaganda? Antes de realizar a funeral, porém, que tal se perguntar se – de fato – ela morreu. Se a resposta for genérica, sim, a propaganda como conhecemos não está mais entre nós. Hoje é preciso um olhar 360° para expandir uma ideia. Uma visão periférica e estratégica. Ou seja, a propaganda morreu, sim, para quem tem medo das novas formas de comunicação. Para quem encerra o olhar em conceitos obsoletos.
Leia mais